fbpx
Mycoplasma Felina
Live webinar mycoplasma felina

Mycoplasma Felina

Neste webinar Dra. Fernanda Vieira Amorim da Costa abordou o tema do Mycoplasma felina, uma doença infecciosa responsável por muitos casos de anemia hemolítica e febre em gatos.

Click on the language to hear the translation

  Portuguese

  Spanish

Serão abordados aspectos  etiológicos e epidemiológicos, o diagnóstico e o tratamento desta enfermidade, enfatizando a importância do diagnóstico molecular para identificar a espécie causadora da infecção e novas abordagens terapêuticas.

Pode haver micoplasmose como causa primária?

Sim, o Mycoplasma haemofelis pode ser bastante patogênico como causador de hemoplasmose primária. O ‘Ca. M. haemominutum’ e ‘Ca. M. turicensis’ que tendem a causar doença apenas em animais imunodeprimidos.

Podemos discriminar entre espécies de Mycoplasma hemotrópicas felinas com apenas uma amplificação de gene?

Todos os ensaios de PCR de Haemoplasma felino descritos até agora são baseados na amplificação de segmentos do gene hemoplasma 16s RRNA. Os ensaios de PCR (cPCR) mais convencionais, não quantitativos detectam e distinguem os dois ‘candidatus m haemominutum’ e m haemofelis, mas não amplificam ou diferenciam “candidatus m turicensis”, embora um estudo recente tenha descrito um a cPCR para ‘Candidatus M Turicensis’ também. Porém, existem ensaios de PCR quantitativos que amplificam e diferenciam todas as três espécies felinas de hemoplasma.

Existe um teste ou teste rápido para confirmar a presença de Mycoplasma? bem como os testes rápidos VIF e VFLe?

Existe no mercado o rapid PCR – PCRun que pode realizar o diagnóstico na sua clínica. Para testes de FIV e FELV, se houver testes rápidos no mercado.

Bactéria Mycoplasma, pode ser transmitida aos humanos?

Sim, existe uma suspeita de que possam infectar pessoas imunoderpimidas.

Às vezes o meu gatinho come baratas ou pequenos insectos, tento impedir mas às vezes não consigo estar 100% consciente, através destes insectos também pode ser transmitido?

Não há estudsos sobre esses insetos, mas geralmente estes são hospedeiros intermediários ou paratênicos de parasitas intestinais. Pelo padrão de transmissão na população felina, os hemolasmas tendem a serem transmitidos por vetores, provavelmente artrópodes sugadores de sangue.

TENHO UM GATO DE 5 MESES COM MYCOPLASMA. A PRESENÇA DE MICOPLASMA EM GATINHOS CURTOS PODE SER SUSPEITA DE TRANSMISSÃO TRANSPLACENTÁRIA?

A transmissão vertical foi fortemente sugerida para a espécie de hemoplasma canino micoplasma hemocanis (Lashnits et al., 2019), mas não foi definitivamente mostrado para hemoplasmas felinos.

Existe um teste de laboratório rápido para diferenciar as diferentes variedades de micoplasma? Ou só pela clínica que o paciente apresenta, posso diferenciar?

Sim, o teste PCRun, baseado no método PCR Isotérmico e pode ser desenvolvido na sua clínica

Quem é assintomático, então como a doença seria detectada? Seria sério para o gato?

Até 10% de gatos saudáveis a qualquer momento estão infectados com Haemoplasmas felinos. Os gatos carreadores geralmente têm infecções subclínicas, mas a reativação de infecção pode ocorrer e pode resultar em doença clínica. A PCR quantitativa é utilizada para o diagnóstico de casos assintomáticos, porém o seu tratamento deve ser considerado apenas se este gato conviver com pessoas imunodeprimidas ou se houver doença clínica.

Quantos dias após a infecção a icterícia pode aparecer?

O nível do hematócrito e hemoglobina costumam cair entre o décimo e o décimo quinto dia após a infecção. Se essa queda for abrupta e grave, o gato pode ficar ictérico.

Qual a forma correta de enviar a amostra ? Tipo de anticoagulante, tempo ou intervalos etc

Essa informação é melhor passada pelo labora’torio que fará o teste de diagnóstico, mas em geral, a amostra é sangue com EDTA armazenado sob refrigeração (4C) ou congelado até o momento da extração/purificação do DNA.

A enrofloxacina pode ser usada em gatos? Causa cegueira?

Pode-se utilizar enrofloxacina em gatos. A questão é o índice terapêutico estreito. A dose tóxica é muito próxima da dose terapêutica. Dev-se ter cuidado com superdosagens, com animais hipoproteinêmicos, com disfunção renal e hepática.

Se os gatos infectados assintomáticos não forem tratados, o que se deve fazer para eliminar o micoplasma? e se não forem tratados, eles podem se tornar sintomáticos?

Até 10% de gatos saudáveis a qualquer momento estão infectados com Haemoplasmas felinos. Os gatos carreadores geralmente têm infecções subclínicas, mas a reativação de infecção pode ocorrer e pode resultar em doença clínica. A PCR quantitativa é utilizada para o diagnóstico de casos assintomáticos, porém o seu tratamento deve ser considerado apenas se este gato conviver com pessoas imunodeprimidas ou se houver doença clínica.

Qual protetor gástrico seria indicado para tratar com doxiciclina?

Pode ser dado com alimentos, se necessário, especialmente para ajudar a reduzir o vômito. Não dê com antiácidos, ou suplementos de ferro. Para evitar irritação, comprimidos ou cápsulas esofágicas não devem ser quebrados ou esmagados e a água deve ser dada imediatamente após a administração para direcionar o medicamento para o estômago.O sal mono-hidratado é menos ácido e ulcerogênico do que as formulações de cloridrato ou hiclato.

Qual é a dose de marbofloxacina, a frequência e o tempo de tratamento?

Marbofloxacina: 2,75 mg/kg PO SID 4 semanas

Qual imunoestimulante você usa em gatos que têm AIDS ou leucemia felina?

Não utilizo imunoestimulantes, pois os vírus infecta linfócitos, e por isso, ao estimular o aumento do número de linfócitos de forma inespecífica, também se aumenta a carga viral dos retrovírus.

Quanto tempo devo esperar para iniciar o tratamento com corticosteroides?

É importante aguardar alguns dias de tratamento com o antibiótico (3-5 dias) e só utilizar o corticoide caso os sinais clínicos estejam piorando e o hematócrito caindo.

Juntamente com o antibiótico, devemos fornecer um protetor para o fígado?

Não é necessário utilizar antioxidantes pois a doxicilina possui toxicidade hepática mínima, dferente das outras tetraciclinas.

No caso de término do tratamento com doxiciclina e reciclcidibe, quanto tempo devo esperar para iniciar o tratamento com marbofloxacina?

Não espera, pode começar imediatamente.

NÃO FICAR CLARO SE A CONVINAÇÃO DO DOXI plus MARBO É CONVENIENTE?

Sim, a combinação de doxicilina com marbofloxacina ou o uso de pradofloxacina são indicados para aumentar a possibilidade de eliminação do hemoplasma do organismo.

QUANTOS DIAS DE TRATAMENTO VOCÊ REALIZA?

4 semanas

O tipo de alimentação na fase de recuperação?

Com alta proteína e digestibilidades.

O que depende de um gato para eliminar a bactéria micoplasma mais rapidamente? Meu gato testou positivo em maio, eles começaram com doxiciclina por 3 semanas e o próximo hemograma deu negativo. Ele agora é um gato saudável

A combinação de doxicilina com marbofloxacina ou o uso de pradofloxacina são indicados para aumentar a possibilidade de eliminação do hemoplasma do organismo.

La serie plaquetaria, se ve afectada en Micoplasmosis?

Não, as plaquetas não são afetadas pela hemoplasmose.

The Team

Speaker

Dra. Fernanda Vieira Amorim da Costa

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Moderator

Mirela Gasparini

ECO Diagnostica

Contact Us

Do you have any questions, comments, or concerns?

Get In Touch – A customer service representative will contact you shortly.